CPI da Criança e Adolescente se reúne na Superintendência da Polícia Técnico-Científica

 
(Foto: Carlos Costa)

(Foto: Carlos Costa)

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga casos de adoção irregular, trabalho infantil, abuso e exploração sexual de menores, realizou, nesta terça-feira, 3, a sua 9ª Reunião Extraordinária na Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) da Secretaria da Segurança Pública do Estado de Goiás.

No encontro, a superintendente da Polícia Técnico-Científica, Rejane Senna Barcelos, recepcionou o presidente da comissão, deputado Carlos Antonio (SD), juntamente com a vice-presidente da CPI, deputada Delegada Adriana Accorsi (PT) e a deputada relatora, Isaura Lemos (PCdoB).

A pauta de discussão da reunião foi relacionada ao repasse de informações que foram colhidas nas audiências públicas regionais promovidas pela CPI com os conselheiros tutelares, para a Polícia Técnico-Científica. O objetivo principal é melhorar as condições de atendimento às vítimas de crimes contra crianças e adolescentes.

Para a superintendente, o principais problema relacionado ao órgão diz respeito à falta de efetivo, pois se trata de um trabalho feito em equipe com composição complexa. A diretora citou que, na última terça-feira, tinham 25 corpos no Instituto Médico Legal (IML), o que causou atrasos nos trabalhos, pois ainda tinham crianças, adolescentes, idosos, presos e segurados do DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres).

“Em primeiro lugar, eu vejo a necessidade de se aumentar a quantidade de servidores efetivos. O tempo que a Polícia Científica leva na resposta de análise nas necropsias desses corpos é muito grande,” declarou Rejane.

(Foto: Carlos Costa)

(Foto: Carlos Costa)

A superintendente ainda comemorou a parceria firmada entre o órgão e a CPI, pois com essa colaboração pode contribuir com o aprimoramento dos serviços prestados.

Para o deputado Carlos Antonio, a reunião também teve saldo positivo por conta do respaldo da superintendente e ainda por se tratar de uma aproximação importante no combate aos crimes contra as crianças e adolescentes, de maneira especial, às vítimas de abuso sexual.

 

 (Com informações da Agência de Notícias da Alego)

 

Autor:
Data: novembro 3rd, 2015
Assunto: , ,
Comentários e Pings estão fechados.

Comentários estão fechados.

Visite também
ÁLBUM COMPLETO >>Últimas Fotos
© 2015 Isaura Lemos - PCdoB. Todos os direitos reservados.