MST faz greve de fome para evitar despejo de famílias acampadas na fazenda do senador Eunício Oliveira

 

Trabalhadores rurais sem terra em greve de fome na Assembleia

Para evitar o despejo de mais de 3 mil famílias que estão acampadas na fazenda Santa Mônica de propriedade do Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), dezenas de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) realizam, na tarde desta terça-feira (18), uma greve de fome, por tempo indeterminado, na Assembleia Legislativa de Goiás.

Durante discurso na tribuna, em sessão ordinária nesta terça-feira, a deputada Isaura Lemos, presidenta da Comissão de Habitação, Reforma Agrária e Urbana da Assembleia Legislativa, manifestou preocupação com essas famílias, que correm o risco de serem despejadas através da execução da reintegração.

A Fazenda Agropecuária Santa Mônica está localizada entre os municípios de Alexânia, Abadiânia e Corumbá do estado de Goiás. A propriedade é um complexo de mais de 20 mil hectares e autodeclaradas improdutivas, e que já foi flagrada com 33 trabalhadores e trabalhadoras em situação análoga à escravidão. Após uma operação de resgate realizada pelo Ministério Público do Trabalho, os integrantes do MST acamparam na área pedindo a desapropriação da terra.

Porém, o Tribunal de Justiça do estado de Goiás (TJ-GO) concedeu limitar que autorizou a reintegração de posse e a retirada das famílias acampadas com o apoio da força policial até o dia 24 de novembro de 2014. Apesar de o MST entrar com o pedido de reconsideração da liminar de reintegração, o movimento decidiu fazer greve de fome para sensibilizar as autoridades e evitar um eminente risco de grave conflito social.

“No período eleitoral, tudo transcorreu sem problemas. Agora, antecipam de terça-feira para sexta-feira próxima a data para esta execução”, disse a deputada, lembrando a tragédia ocorrida no Parque Industrial em 2002, no segundo governo de Marconi Perillo.

Segundo informações recebidas pela deputada, 5 mil policiais estariam se preparando para a executar a reintegração de posse. “Peço ao líder do Governo, deputado Fábio Sousa, e ao deputado Marcos Martins, que busquem bons resultados para ambas as partes.”

 

Autor:
Data: novembro 19th, 2014
Assunto: , , ,
Você pode deixar um comentário, ou links de volta a partir do seu website.
Visite também
ÁLBUM COMPLETO >>Últimas Fotos
© 2015 Isaura Lemos - PCdoB. Todos os direitos reservados.